terça-feira, outubro 27, 2009


A estação

16

Os ventos se recusaram a soprar
Enquanto eu sentei e assisti
Como um conta gotas bem devagar
Posso observar as pessoas entrando
No último trem da estação
Isso faz com que me mantenha
ocupada,e faça refletir sobre o que as pessoas imaginam...
Com a mente cheia de idéias
E pensamentos que se formaram
Desde o berço até chegar à cova
Dei uma volta inteira
E me deparei com o mesmo lugar
Quando vocês começaram a partir
O espírito das árvores ainda
Permaneciam aqui sob as árvores
Quando a natureza nos dá tempo para respirar
Olhamos para a vida além da nossa própria existência
As formas são abstratas
assim como tudo funciona em torno nós
Dos longos dias de verão
Eu desejo gastar, todo o tempo do mundo
Sentada aqui assistindo
O sol que canta
ao longo do dia
Ou, talvez,o orvalho que
durante a noite vem refrescar a natureza
para me dar boas vindas
e libertar meu tempo
Isso não deveria ser tocante
Mas alguns vieram e
Me perguntaram o porque de eu estar
ali olhando para aquela estação de trem
Nada mais eu poderia dizer
Exceto contar a história
Das pessoas que desejava
Para ter mais tempo ao meu lado
Que a vida lhe deu uma segunda oportunidade para seguir em frente
E todos os anos,cada dia,cada hora
Esperei tanto tempo para vir.
Enquanto eles não chegam
Sem as suas grandes e esperadas realizações
Vejo que tempo passou de segundos a séculos e
A única coisa que posso desejar-lhes é Boa Sorte e sejam felizes.

Por:Thatyane Rosa

16 Desabafos:

Montanari disse...

Adoro esses poemas, embora muitísimo melancólicos. Mas são lindos. Admiro gente com sensibilidade. Acho que é o que anda faltando no mundo.

Cão Pelado disse...

Poema interessante...
Tb desejo boa sorte e felicidades...rs

Passa lá e comenta tb:
http://caopelado.blogspot.com/

Blog Ten disse...

Gostey!

Esther cyrraia disse...

"Eu desejo poder gastar todo o tempo do mundo
Sentada aqui e assistindo
O sol que canta
ao longo do dia"

isso sim! é o que se pode chamar de bela imagem poética!! amei!!!
e tem selinho pra vc no cultural viu??

xeru

Reinaldo Vieira disse...

Queria poder fazer poemas assim, mas nem dá... sou meio bruto pra algumas coisas... rs.

Percebi que existem vários desabafos aqui, e é necessário faze-los algumas vezes. Tem situações que todo já passou ou vai passar um dia.

Parabéns por este poema e pelo blog, sucesso pra ti ;)

Beijão.

Fábio Coelho disse...

Poema bonito e interessante.
O Blog está nota 10. Parabéns!

Rafa disse...

Lindo, amei esse trecho
"...O sol que canta
ao longo do dia
Ou, talvez,o orvalho que
durante a noite vem refrescar a natureza...
...Mas alguns vieram e
Me perguntaram o porque de eu estar ..."

Ótima poesia querrida

http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2009/10/ao-mestre-pelo-dia-dos-professores.html

Laura Gelbecke disse...

Muito bonito. Parabéns

teste disse...

Belo poema! parabéns!!

Naya Rangel disse...

Que belo poema! Já falei isso algumas vezes ... queria ter o dom de saber escrever poesias! Não sai =/

Abraços!

Wênderson Bessa disse...

pessoas como você são raras.. sensibilidade e talento aguçados.. adoro seus textos.. me identifico bastante com eles.. isto é ótimo!

Nova Quahog disse...

COMENDO BOLO DE FUBÁ...HUM QUE BELEZA! :D

Caaah. disse...

Adorei.. ainda não tinha conhecido esse blog.
Voltarei mais vezes viu!?

Parabeeéns ;*

Ophelia disse...

Adorei esse poema!!!!

meus parabéns, tens muito talento...

^^

Maria Luísa disse...

eu sou fascinada por poemas..
o seu é mto lindo!!
(to te seguindo jah!)
parabens

Avassaladoras Rio disse...

Querida amiga avassaladora... gosto da ideia de imaginar a vida como uma estação..."Todos os dias é um vai e vem ... tem gente que chega pra nunca mais volta....

Postar um comentário

Obrigada por comentar,dúvidas sobre algum texto deixe seu e-mail e responderei,Grata!!!!