segunda-feira, novembro 16, 2009


Legado de um filho adotivo

24

Uma vez havia duas mulheres
Uma você não se lembra,
A outra você chama de "Mãe".

Duas vidas diferentes
Moldada para torná-lo um;
Uma tornou-se a sua estrela-guia,
A outra tornou-se o sol.

A primeira deu-lhe a vida,
E a segunda, lhe ensinou a vivê-la;
A primeira deu-lhe uma necessidade de amor,
A segunda estava lá para lhe dar.

Uma delas deu-lhe uma nacionalidade,
A outra lhe deu um nome;
Uma deu-lhe o talento,
A outra lhe deu fim.

Uma deu-lhe as emoções,
A outra acalmou seus medos;
Uma viu o seu primeiro sorriso doce,
A outra seca suas lágrimas.

Uma prometeu à você um lar
Que ela não poderia proporcionar;
A outra orou por uma criança
E sua espera foi atendida.

E agora você me pergunta
Através de suas lágrimas ...
Respondida através dos anos.

Amor maternal ou amor permitido(*) ...
De qual deles você é um produto?
São apenas dois tipos diferentes de amor em sua definição mais iguais em sua intensidade!



By Thatyane Rosa



(*)Amor permitido-A permissão aqui referida toma-se por base um sentimento de reciprocidade capaz de dar início e alargar as relações de afetividade entre duas ou mais pessoas ou seres que estão em contato e que por ventura vêm a nutrir um sentimento de afeição ou amor entre si.
A permissão ocorre em um nível de aceitação natural, mental ou físico, no qual o ser dá abertura ao outro sem que sejam necessárias quaisquer obrigações ou atitudes desmeritórias ou confusas de nenhuma das partes. A liberdade de amar, quando o sentimento preenche de alguma forma a alma e o corpo e não somente por alguns minutos, dias ou meses, mas por muitos anos, quiçá eternamente enquanto dure e mais nas lembranças e memórias.

MAS O AMOR GERADO POR UMA MÃE ADOTIVA JAMAIS DEIXARÀ DE SER MATERNAL,E NÂO DEIXA DE SER UM AMOR QUE PARA MUITOS ESTÀ ACIMA DE QUALQUER DEFINIÇÃO.

24 Desabafos:

kbritovb disse...

mto mto bom
sou adotaado to ligado como é isso =]

Montanari disse...

Eu acho que amor de mãe pelo filho adotivo as vezes pode ser ainda maior do que o amor de uma mãe de sangue. Eu admiro e apoio a adoção!

luiz scalercio disse...

eu tambem acho que o amor de
mae felo filho adotivo deve ser
um amor bem forte.

THALES disse...

muito boom cara! gostei mesmo =)
continue assim, seu blog está ótimo!!!!

Arnek disse...

Mãe assim como pai e quem cria que da valor e atenção e está presente parabens pelo texto

http://midiasocialbrasil.blogspot.com/

#Marcelo disse...

Não sou adotado, mas se fosse eu gostaria de receber o mesmo amor ^^

williamenflu disse...

Para o amor nao existe qualquer tipo de regra, existe carinho, dedicação, sentimento. Mãe adotiva ama e ama como biológica.

Michel disse...

parabens pelo blog

Diih disse...

Perfeitoooo ''

parabens se e da sua autoria o texto e se nao for de qualquer forma otima escolha '

realmente e dificil saber se quem fala mas alto e o sangue, ou amor '!

Judson Coelho disse...

Bonito...

certamente o amor fala mais alto que o sangue

sidnei disse...

É muito feio abandonar o proprio filho!
mais o blog ficou muito bom parabén!

http://seligainfo.blogspot.com/

Grasiele Rocha disse...

Talvez o amor de mãe adotiva seja maior do que de uma mãe biológica, a mãe adotiva escolhe aquele que quer criar para ser teu filho, a biológica não.


Passa no meu
http://caminhandoaovento.blogspot.com/

larissa disse...

gostei do b log!

Gutt e Ariane disse...

Quem cria tem muito mais méritos do que quem "simplesmente" coloca no mundo... chega a ser desnecessario entrar nesse mérito rs... ¬¬

Dancer disse...

vou ler seu poema e logo vou comentar, ops, gostei da música

Pobre esponja disse...

Uma pessoa adotada ama e respeitra ainda mas. Claro que muitas delas tem a curiosidade de saber do pai biológico (mas a maioria tem mesmo é asco!)
Pai e mãe é quem cria, certo?

abç
Pobre Esponja

Daniel Silva disse...

mãe é mãe, não tem jeito.

Seu Zé disse...

Lindo texto, filho é filho, seja de sangue ou não, o amor ainda chegaa ser maior quando uma mãe adota um filho que não gerou.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.com.br
www.twitter.com/rubenscorreia

Pedro Pyratero disse...

leva a mal não, mas não curto esse tipo de blog não!http://pedropyratero.blogspot.com/

Grandes Filmes disse...

Olá Tatiane.
Vim pelo orkut. Parabéns pelo blog.
Se gostar de cinema, dê uma olhada no meu.

http://twittergrandesfilmes.blogspot.com

Márcio Daniel Ramos disse...

o amor independe de da Biologia. e outra coisa...

Kreison disse...

Legal seu blog, parabéns!

Eric T.I disse...

Muito legal o blog!!!!parabéns!

@@ eu @@ disse...

sou adotivo, fui atras da minha mae biologica, hoje me arrependo...

Postar um comentário

Obrigada por comentar,dúvidas sobre algum texto deixe seu e-mail e responderei,Grata!!!!