sábado, outubro 31, 2009


Pedofilia e Abuso infantil

27

Caro amigos blogueiros,
A maioria dos visitantes do diário do desabafo não devem conhecer minha história por comentarem apenas nos posts mais recentes,então vou trazer de volta os links para que vcs a conheça:
http://euseiquepossovencer.blogspot.com/2009/03/minha-historia-resumida-em-palavras.html
http://euseiquepossovencer.blogspot.com/2009/03/minha-historia-resumida-em-palavras_9966.html(parte 2)
Então,nem todo mundo tem mente de ferro (Quase de ferro)como eu,muitas dessas crianças que sofrem abusos crescem traumatizadas,ou podem até se tornar futuros aliciadores.
Deixarei uma matéria pra vcs,e galera VAMOS DENUNCIAR!!!!!!!!!!!!!
A pedofilia, atualmente, é definida simultaneamente como doença, distúrbio psicológico e desvio sexual (ou parafilia) pela Organização Mundial de Saúde. Nos manuais de classificação dos transtornos mentais e de comportamento encontramos essa categoria diagnóstica.

Caracteriza-se pela atração sexual de adultos ou adolescentes por crianças. O simples desejo sexual, independente da realização do ato sexual , já caracteriza a pedofilia. Não é preciso, portanto que ocorram relações sexuais para haver pedofilia.O fato de ser considerada um transtorno, não reduz a necessidade de campanhas de esclarecimento visando a proteção de nossas crianças e adolescentes e nem tira a responsabilidade do pedófilo pela transgressão das barreiras geracionais.
Existe crime de pedofilia?
Não existe um crime intitulado “pedofilia” na legislação brasileira. As conseqüências do comportamento de um pedófilo é que podem ser consideradas crime.

Quais os crimes mais cometidos por pedófilos?
• Atentado violento ao pudor
Prática de atos libidinosos cometidos mediante violência ou grave ameaça. São considerados atos libidinosos aqueles que impliquem em contato da boca com o pênis, com a vagina, com os seios, com o ânus, ou a manipulação erótica destes órgãos com a mão ou dedo. Também atos que impliquem na introdução do pênis no ânus, no contato do pênis com o seio ou na masturbação mútua.
• Estupro
Constranger criança ou adolescente à conjunção carnal mediante violência ou grave ameaça.
• Pornografia Infantil
Apresentar, produzir, vender, fornecer, divulgar ou publicar, por qualquer meio de comunicação, inclusive rede mundial de computadores ou internet, fotografias, imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo crianças e pré-adolescentes.
Atenção: Só existe pedofilia quando esses crimes forem praticados contra menores de 14 anos.

Abuso Infantil

O abuso infantil, ou maltrato infantil, é o abuso físico e/ou psicológico de uma criança, por parte de seus pais - sejam biológicos ou adotivos - por outro adulto que possui a guarda da criança, ou mesmo por outro adultos próximos à criança (parentes e professores, por exemplo).
O abuso infantil envolve a negligência por parte do adulto em cuidar do bem-estar da criança, como alimentação ou abrigo. Também comumente envolve agressões psicológicas como xingamentos ou palavras que causam danos psicológicos à criança, e/ou agressões de caráter físico como espancamento, queimaduras ou abuso sexual (que também causam danos psicológicos).
Os motivos do abuso infantil são vários, entre elas, destacam-se o alcoolismo e o uso de drogas ilegais. Muitas vezes, os pais/cuidadores da criança são pobres e/ou possuem pouca educação, e podem tentar impedir o acesso da criança aos serviços médicos necessários, evitando a descoberta do abuso por parte dos médicos.
Super-proteção dos pais em relação à criança é também uma forma abuso infantil, embora à primeira vista não o pareça, por possuir origens totalmente diferentes dos outros tipos de abuso.

O abuso pode ocorrer quando os pais ou responsáveis não conseguem controlar seus impulsos. Quatro fatores podem aumentar a possibilidade dessa perda de controle: • O pai pode ter problemas psiquiátricos (p.ex., um distúrbio da personalidade ou baixa autoestima) ou pode fazer uso abusivo de drogas ou álcool. • A criança pode se diferente das demais (irritadiça, muito reclamadora, hiperativa ou com alguma deficiência). • O apoio emocional da família, dos vizinhos ou dos amigos pode ser inadequado. • Pode ocorrer uma crise (p.ex., perda de dinheiro ou de um emprego).

A negligência freqüentemente ocorre em famílias que têm muitos problemas. O uso abusivo de drogas ou álcool ou uma doença crônica podem causar problemas financeiros, acarretando uma inadequação alimentar, de cuidados e de atenção à criança. O abandono de um dos pais pode acarretar negligência do outro.

Sintomas e Diagnóstico

O abuso infantil pode acarretar alterações comportamentais perceptíveis tanto na criança quanto na pessoa que abusa. Por exemplo, um pai pode parecer indiferente, inclusive quando a criança está evidentemente ferida. Ele pode demonstrar relutância para descrever ao médico ou a amigos como a lesão ocorreu e ele pode alterar a descrição cada vez que conta a história. A lesão pode ser incomum para a idade da criança.

Uma criança que sofre abuso físico repetidamente pode apresentar sinais de lesões recentes e antigas. Freqüentemente, são evidentes hematomas, queimaduras, vergões ou escoriações. As queimaduras de cigarros ou por água quente podem ser visíveis nos membros superiores e inferiores. Lesões graves na boca, olhos, cérebro ou outros órgãos internos podem estar presentes, mas não são visíveis. A criança também pode apresentar evidências de fraturas ósseas.

Uma criança pequena vítima de abuso sexual pode apresentar dificuldade para andar ou sentar devido à lesão física. Ela pode apresentar uma infecção do trato urinário, um corrimento vaginal ou uma doença sexualmente transmissível. Freqüentemente, no entanto, não há uma lesão física aparente. Ao invés disso, a criança tornase irritadiça ou amedrontada ou pode apresentar um sono irregular. Como a criança pode ser ameaçada de novos abusos se contar a alguém o que lhe aconteceu, pode ser muito difícil para o médico, a policia ou os familiares obterem informações da criança sobre o ocorrido.

A criança vítima de negligência pode estar desnutrida, cansada ou suja, ou pode não ter roupas adequadas. Nos casos extremos, uma criança pode viver sozinha ou com os irmãos sem o controle de adultos. As crianças vítimas de negligência podem morrer por inanição ou abandono.

Pode ocorrer que um dos pais não se preocupa com o tratamento odontológico ou com os cuidados básicos de saúde de seu filho (p.ex., vacinas e exames médicos de rotina). Ele também pode demorar para procurar um médico quando a criança está doente.

Freqüentemente, um criança vítima de negligência ou de abuso não apresenta um desenvolvimento físico ou emocional normal. As crianças privadas do amor paterno podem não demonstrar emoções ou permanecer indiferentes aos que os rodeia. Podem ser erroneamente diagnosticadas como apresentando retardo mental ou uma doença física. As habilidades sociais e de linguagem podem ser comprometidas em virtude da atenção insuficiente que recebem. Uma criança pequena pode demonstrar desconfiança, insegurança e ansiedade extrema para agradar os adultos. As crianças maiores podem não freqüentar regularmente a escola ou podem não apresentar um bom desempenho escolar. Elas podem apresentar dificuldade para estabelecer relacões com outros colegas de turma ou com os professores.

Tratamento

Uma criança vítima de abuso ou de negligência pode ter que ser hospitalizada. A situação familiar é avaliada por assistentes sociais. Em muitas comunidades, uma equipe da saúde composta por um assistente social, um psiquiatra e um pediatra, entre outros, elabora e provê os cuidados para a criança e sua família.

Legalmente, os médicos e enfermeiros são obrigados a notificar imediatamente os casos suspeitos de abuso ou de negligência infantil aoserviço de proteção à criança da localidade. Os responsáveis pelo bem-estar de menores (professores, funcionários de creches, policiais e o pessoal da assistência legal) também são obrigados a notificar imediatamente a ocorrência ou a suspeita de abuso ou negligência infantil. Os cidadãos são encorajados a notificar as autoridades quando eles têm conhecimento ou suspeitam de um caso de abuso ou de negligência, mas eles não são obrigados a fazê-lo.

Acessem:http://www.todoscontraapedofilia.com.br/site/

27 Desabafos:

Habib Sarquis disse...

Parabéns. Graças a Deus, temos blogs que têm iniciativa de alertar a população sobre um caso tão grave como o Abuso infantil e a pedofilia.

Blog: Cultura Dinâmica - www.culturadinamica.wordpress.com

Thiago Barros disse...

Meu blog também esta aberto para você ok, qualquer coisa é so falar
Grande abraço!!


[b]Visite 24hBlogando

http://24hblogando.blogspot.com/

● ARQUIVOS DO BLOG:

CURIOSIDADES
Espaço Rosa Chi-cle-te
Filmes
Games
HUMOR
Leitura

Amanda disse...

É cara, pedofilia é grave D:
Acho que é um dos crimes mais cruéis que alguém pode cometer, pois pode deixar marcas na pessoa :S
Que bom que você tomou essa iniciativa tão boa, quem sabe assim colocaremos os praticantes desse crime no lugar deles D:

;*

1 Lênin 1 Blog! disse...

Acho que esse é um dos piores crimes que tem...
é um crime cometido por pessoas DOENTES, que na maior parte se aproveitam de peessoas, crianças indefesas... só de pensar nisso dá uma tristeza.

NR disse...

o mais incrivel é q tem pessoas q ñ denunciam por medo d eperder o parceiro, em casos q é o padrasto q abusa por ex., sem duvida alguma deve haver mais divulgação

iMarty Turbo disse...

é isso ai, tem q denunciar msm, pedofilia e violencia infantil são coisas serias

Isabela Menezes disse...

ótima iniciativa sua, de postar sobre esse assunto. Não podemos deixar alertar todo mundo, porque ainda é grande o número de crianças molestadas.

Luiz Tecno Info disse...

Gostei do seu blog, e estou te seguindo
se gostar do meu fique a vontade
http://ecleticaweb.blogspot.com

Carla disse...

Este assunto é seríssimo e o abuso ocorre em proporções muito maiores do que podemos imaginar. Precisamos mesmo denunciar e proteger uma crianças de mutilações emocionais que irão acompanhá-la para os resto de suas vidas.
E para os pedófilos, a punição máxima possível !!!!

Paulo Giovanni disse...

Em algum lugar da biblia está escrito: "...ai daquele que fizer mal à um desses pequeninos que creêm em mim"
Deus proteja nossas Crianças

Raphael Kakazu disse...

uauu tema forte, bem polemico, mas vc trabalho bem ele, adorei..ainda bem que existem blogs consciente hoje em dia..tá de parabéns

Sandra Ribeiro disse...

Sofri abuso sexual na infância, isso foi há muito, muito tempo...Sou mãe e avó, pra você ter uma idéia de quanto tempo faz.
Acredita que nunca esqueci os abusos? Não passa uma semana sem que eu me lembre...
É algo muito doido, que não consigo apagar, vai morrer comigo...

Tatiane Rosa disse...

Eu sofri abuso psicológico e maus tratos,e tbm quase sofri abuso sexual,aos 11 anos acabei desenvolvendo síndrome do pânico,tenho sequelas psicológicas até hj,por isso fiz este blog para me ajudar e ver se consigo pelo menos trazer uma palavra confortável para alguém...Realmente Sandra é difícil esquecer estas coisas...

Arnek disse...

Realmente é um fato que a criança nunca vai esquecer e vai se tornar um adulto problematico acho que deveriam ter punições mais severas , e os pais tem ficar de olho tambem principalmente na internet!

http://midiasocialbrasil.blogspot.com/

iMarty Turbo disse...

infelizmente isso acontece no brasil...

Blog Ten disse...

Isso só vai acabar mesmo quando as pessoas não sentirem vergonha e denunciar!

Inez disse...

Parabéns pelo post!
É um assunto de grande importância, além de esclarecedor traz uma campanha digna que é preciso ser feita por todos.
Infelizmente muita gente não vê ou não quer ver casos de pedofilia que acontecem diariamente em todos os lugares.

Annie Farokh disse...

Meus parabéns pela iniciativa!
Temos que denunciar sim! Afinal,quem cala,consente!
Blog maravilhoso :D

Arthur D'mello disse...

Parabéns pela iniciativa,
temos que denunciar mesmo.

http://sintoonize.blogspot.com/

Ique disse...

As vítimas tem que ser tratadas e os aliciadores também.

Alguém capaz desse ato só pode também estar em desequilíbrio, mas como não acha que está, precisa de socorro. Para que possa mesmo ver a realidade.


Só penso o que caracteriza uma criança. A idade?
Somente isso?

Aproveitemos também para protestar contra a telenovela brasileira, a grande aliciadora de menores de todos os tempos.
E também nossa música "popular" distribuidora de sexo sem restrição.
E também nosso políticos exploradores de meninas pobres em suas viajens.
E...

FabioZen disse...

Apesar do horror que a a pedofilia representa é um desvio comportamental que em muitos casos é irreversivel sendo a castração quimica uma alternativa!

Felipe "Miro" 'Dreads' disse...

Boa Fábio...é por causa de pessoas como você que o mundo tá cada vez melhor... violência com violência...


Zoera... eu tb concordo e apoio...rsrs



Beejo

Visita ae qq hora:
http://catalepsiaprodutiva.blogspot.com/

Breno disse...

a Justiça brasileira é muito foda os hell de hj não pagam nem a metade do que eles fizeram tem que ser como nos EUA que dependedno do crime é MORTE!!
só assim eles irão pensar 2 vezez antes de fazer um horror como esses
e parabéns pelo blog
um lugar aberto para divulgar as opniões das pessoas

Alcione Torres disse...

Acho que as penas para pedófilos deveriam ser maiores. Eles cometem esses crimes horrendos e tem a certeza da impunidade. Saem da cadeia e voltam a cometer os mesmos crimes.

http://sarapateldecoruja.blogspot.com/

Calixtah disse...

Acho um absurdo esse tipo de coisa. Abusar de uma crianca, um ser inocente que muitas vezes concente com o abuso porque nao tem nocao do que esta acontecendo. Deveria ter pena de morte pra esses safados, bem que merecem virar mocinhas na cadeia. Ser estuprados por uns 20 marmanjos todo dia ateh o fim da detencao, pra ver o que eh bom pra tosse!
Nao admito esse tipo de coisa, seu eu souber de algo denuncio mesmo! Nao tenho medo nao...

www.passatempo-s.blogspot.com

Henrique disse...

Absurdo, esses !@#%& que abusam de crianças. Eles não têm vergonha na cara, e nossa tarefa é denunciar mesmo. Bela iniciativa.

http://blogdossub15.blogspot.com/

Nova Quahog disse...

vao tudo queimar no fogo do inferno!

Postar um comentário

Obrigada por comentar,dúvidas sobre algum texto deixe seu e-mail e responderei,Grata!!!!