sexta-feira, janeiro 29, 2010


Os Relatos de David (O diário de um coração negro) Parte 3

18

Relato 7- O coração negro está aqui dentro

Uma vez, quando eu era jovem eu lembro da frase ...
'Você é um menino de ouro? ', Mas essa memória é tudo uma névoa
Agora me tornei isto...
Minha realidade terminou com um olhar de mulher ...
Esses sentimentos que eu mantive aqui dentro, inchou como um balão
Ele vai estourar,eu sei que ele vai em breve ...
Quando será que eu vou me tornar cruel e amargo?
Talvez você escolha poder me amar um dia, mas sem a existência de sentimentos,as chamas do amor nunca se acenderá;
do mesmo modo que meu coração e meus sentimentos são afogados em um poço
Sem meu coração e meus sentimentos não há mais sentido,
Por que viver neste mundo enigmático?


Relato 8- Antecipação e suspense

Eles dizem "fique alerta!!!
olhe para a esquerda para a direita se não você pode se machucar!"O que eles estão pensando?Que eu não sei me cuidar?! Agora eu estou de tal forma à espera de uma resposta,que estou com os nervos a flor da pele por causa da ansiedade;
Se você disser "sim" irá resultar em mim a maior das alegrias!
Se você disser um "não" irá resultar em outra morte estereotipada ...
Será este vai ser meu destino?O peso do mundo está sobre minhas costas;!
Este mundo enigmático nem me deixa viver a minha vida, nem levá-la embora...
Então eu espero por esta resposta, pois irá
invariavelmente mudar o curso da minha vida sem graça e eu preciso preencher este vazio.
Então agora eu posso dizer Olá! com a felicidade
ou adeus .................
A vida ...


Relato 9- Estereótipo

Coloque o cabelo comprido no seu olho
E eles dizem que você é emo, mas eu digo tudo não passa de mentiras!
O que será que está acontecendo comigo agora, quem sou eu?
Agora me encaixo no meu lugar, mesmo se eu tentar fugir,
mesmo se eu cortar esse cabelo, embora já não poderia mais balançá-lo ao vento,
A primeira opinião quanto a minha aparência sempre será a minha
Eu não posso escapar do meu estereótipo mais
Agora estou sozinho, vazio,desamparado
Por que eu digo “pobre alma” ... droga!!!! Droga!!!!
eu grito e grito porque ferem aqueles que ouve
Eu sou,o livro aberto que se encaixa no estereótipo que leva...
que leva à morte,aos auto-infligidos ou não ...

Continua....

Atenção:
Os relatos de David estão divididos em 4 fases: "O Diário de um coração negro","Um dia,um relato","Pensamentos confusos e um coração partido" e "Um novo dia".
A primeira fase tem 19 relatos e quanto as outras fases ainda estão sobre construção,por enquanto elas só possuem o título podendo até mesmo ser alterado ao decorrer da história.
E quanto a limitação de palavras é assim mesmo...
Grata.

18 Desabafos:

Montanari disse...

Você sumiu do meu blog heim?

Eu tenho acompanhado esses relatos. Estou achando interessantes, embora muito melancólicos, mas talvez seja isso que esteja tornando a leitura interessnte, já que eu gosto de melancolía.
Sei lá, me remete a um clima meio "noir" sei lá, antigo, uma sensação gostosa, não sei explicar. É como ler algo com calma, sentado perto de uma janela olhando os pingos de chuva molharem o vidro.

Blog do Camelo disse...

Sinceramente eu não li todos os relatos, mas eu gostei um pouco desse ultimo, ler no computador é um pouco cansativo ... mas enfim sucesso

teste disse...

Seu blog é bem legal, depois volto pra ler tudo! Parabéns!!

Judson Coelho disse...

"eu grito e grito pq ferem aqueles que ouvem
Eu sou, o livro aberto que se encaixa no estereótipo que leva...
que leva à morte, aos auto-infligidos ou não..."

Cara, sensacional essa parte xD

Acompanhando... ;)

Rui disse...

li todos os relatos
ele é um emo, sim
brincadeira rs
acho que sofre demais, gosta de sofrer, no fundo as pessoas gostam de sofrer
fica sempre o mesmo choro
tem que sacudir a poeira e ir em frente
espero que ele faça isso nos próximos relatos
me sinto assistindo novela e torcendo pelos próximos capítulos rs

achei legal :)

Fillipe Morais disse...

muito bom o seu blog !

Luiz França disse...

Nossa adoro esses textos melancólicos, pois são os que mais expressão sentimento e é bom que se desprende de quem escreve.

Parabéns pelo blog é otimo.

Se puder taí o meu : www.humorhurra.com

Vinicius Oliveira disse...

bom, nao gosto muito da melancolia das palavras, mas voce passa muito bem a mensagem para o leitor parabens

http://viniciusoliveiraa.blogspot.com/

LADY DARK ANGEL disse...

e verdade o primeiro relato se parece comigo,para se amar tm q ter sentimentos e eu nao os tenho,pq vivr????

Macaco Pipi disse...

já virou livro...

Wander Veroni disse...

Os relatos são bastantes melancólicos e dramáticos. Creio que é essa impressão que vc quer passar do personagem.

Abraço

Esther Saldanha disse...

É, o amor é mesmo uma doença, uma doença mental. Embora muitos digam que ela é cardíaca (do coração), mas não, ela corroe nossas mentes, tornamos-nos insanos, exagerados e bobalhões.
Essa coisa de amar é cruel.

Dual disse...

bem interessante o texto, gostei. agora vou ler os outros :)

Arash Gitzcam disse...

A vida é mesmo vazi asem Cristo...

Naya Rangel disse...

Olha muito bom todos os textos! Uma coisa que percebi, é a melancolia e um toque de tristeza em todos os textos, mas é algo sutil e belo!

Abraços!

Melisseira (♥) disse...

Hum ... Muito interesante esse blog !
Adorei .

Rafael Florêncio disse...

okay, Sucesso pro blog, tah bom :D

FabioZen disse...

Olha,Tati.Venho acompanhando não tão seguidamente teu blog,mas me surpreendo com teu punch,aquela pegada que deixa o leitor absorto,mesmo não sendo uma literatura preferencial.Parabens mesmo.
Estou com um projeto novo.Te espero lá,guria.
http://pimentazen.blogspot.com/

Postar um comentário

Obrigada por comentar,dúvidas sobre algum texto deixe seu e-mail e responderei,Grata!!!!