terça-feira, fevereiro 16, 2010


Os Relatos de David (Pensamentos cruzados e um coração partido) FINAL da terceira fase

8
Relato 3-Livro banhado a tinta,tinta para registrar as memórias ... memórias que voam ao vento ...

... Escrever ... sobre o papel manchado na cor preta,
frente e verso,
imprimindo as palavras em minha mente,
Ainda que ninguém possa ver ou encontrar o significado, para aqueles que não sabem ler ou traduzir o que sinto,
este o caminho que escolhi e, portanto, ninguém chama a minha atenção ou tenta me ajudar
Devo gritar,tentar ouvir!
devo mandar uma mensagem? !
...Aviso de advertência,de perigo se aproximando ....
Aviso ... Eu sou um problema meu caro
Você corre perigo aqui!
Por que você não se atira numa fogueira, como por exemplo umas 40 horas no sol quente
Não fique,fuja!!!
Eu não quero ferir você,eu quero você, mas fuja ...
Por favor,me deixe ser...
Ser a melhor parte de você e você a minha
Que nós nunca deixemos de acreditar que entre o amor existe estas palavras "amigo" e "amizade"
Meus pensamentos queimam na minha cabeça
Esses pensamentos de dor ficam comigo todo o tempo,
na escuridão da mente e da memória
Tão cruelmente...
eles me consomem
mas esta dor,
mesmo quando a vida começa tomar sentido oposto,
ninguém vê o que está acontecendo comigo,
Devo tentar e deixar-la ir...as minhas memórias mais oculta
mas eu preciso ter cuidado para não escorregar,
antes que eu entre em um estado de loucura
Eu não posso me perder no vento, nunca,isso não vai acontecer
Isto é tão convidativo ao toque,assim formigando em cada toque
Eu só tenho que me segurar mais um pouco
Palavras queimam em minha cabeça,
respingos de tinta,mancham minha visão,
tinta de corpo presente,um cadáver zumbi, uma cena de sangue e não é apenas uma mancha negra
Eu penso e penso,escrevo palavras em preto
dor e sofrimento mantem as manchas mais intensas...
mais distante na caligrafia inútil da demasiada tinta preta
Este relato não é só tinta,não é a melancolia de um ser quase inexistente
nunca foi ..

Relato-4 Relatos,relatos,relatos....

Alguns escritos são como o calmante de uma mente perturbada
Alguns poemas sobre arrependimento são como conseqüência do pecado
Alguns não rimam ou fazem sentido
Alguns eu simplesmente não tenho tempo para terminar
Outros deixo de lado,ou apenas deixou os resíduos
Outros tento unir para fazer sentido,como a propagação de manteiga sobre o pão, muito estranho como um cola no outro
Acabei de escrever e escrever
para manter sentimentos instáveis sem deixá-los explodirem
Eu apenas tenho que lutar
eu, eu escrevo tudo em um papel...Ouço uma implosão
indo, indo, chegando ao fim lentamente
A minha vida não é suficiente para passar diante dos meus olhos, a minha vida é muito retida
Eu espero que quando chegar o fim você esteja aqui
Eu olho todos os dias pelos cantos da minha casa e você ainda não está aqui ...

Relato 5:Em nome do Pai

Qual a finalidade da vida sem um propósito?
È o propósito de um novo futuro que me mantém de pé,a energia reserva de tudo que me mantém de pé está depositado nele.
Posso ter uma maldade e benevolência diante de alguns pensamentos mas sendo eles bons ou ruins eles compartilham do mesmo propósito.
Será que existe alguma recompensa para um coração partido?
Por isso mesmo antes de começar fazer as pazes com alguém preciso fazer as pazes comigo mesmo...
(Relato final)
Eu encontrei a minha resposta, a minha resposta é o Deus todo poderoso,
Aquele que dá propósito e emenda corações quebrados e que me impede de ser volúvel.
Passei tanto tempo sozinho dentro de uma prisão criada por mim mesmo que chego a acreditar que ELE existe...
Tenho certeza que não estamos tão sós neste mundo...

[David encerra aqui seus relatos e decide seguir e encarar de frente todos os seus maiores medos]

Continua na Próxima fase "Um Novo dia"....

Escrito por Thatyane Rosa

8 Desabafos:

Gutt e Ariane disse...

Bom, depois de acompanhar essa saga do David, tá, até cogitei a hipótese de ser mencionado "algo maior" e tal, mas terminar assim? Depois de toda essa luta interior, se bem que, realmente, não é de se estranhar após um dos maiores questionamentos que um ser humano pode se infligir, entregar-se e reconhecer a Deus é um caminho sensato para obtenção da paz interior tão almejada...

Caio Rudá disse...

De coração, leitura cansativa. Tem umas ideias bem legais, mas muita coisa poderia ser enxuta.

De todo modo, boa sorte a Davi, que encontrou o seu norte. Creio que esse não é o meu, e estou em busca dele ainda.

Tico Costa disse...

Muito bom!

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

BOM É TEXTO LONGO, GALERA ENTENDAM QUE BLOGOSFERA TAMBÉM É LEITURA EXTENSA, LEIAM ATÉ ONDE QUISEREM POXA...

Tatiane disse...

Queridos este ainda naum é o fim de Os relatos de David,ele ainda naum encontrou-se com Deus rsrsrs,este é apenas o fim da terceira fase ele ainda terá mto o que mudar o intuito da história não é apenas mostrar se David é melancólico ou espiritual e sim mostrar o crescimento do sentimento humano...

Macaco Pipi disse...

boa hein
BOA
MAS NEM ACOMPANHO!

catrak disse...

Opa i ai beleza? Tipo eu vi seu blog em uma comunidade e resolvi da uma olhadinha,
tenho uma dica para vc melhorar seu blog, porque tu não passa ele para um dominio profissional gratis
o google indexa mais rapido e vc ganha muit mais visitas e parceiros, tenho um tutorial aqui si quiser
da uma olhadinha: http://www.artilhariadigital.com/2009/11/tutorial-configurando-um-dominio-cocc.html

to com uma promoção no meu blog que tbm vai dar 3 dominios profissionais um .com outro .net e um .org
da uma olhada:
http://www.artilhariadigital.com/2010/02/ganhe-um-dominio-profissional-com-ou.html

Eduardo Montanari disse...

Tem um selo de presente pra você lá no blog. Depois passa lá pra pegar. Um abraço grande.

Postar um comentário

Obrigada por comentar,dúvidas sobre algum texto deixe seu e-mail e responderei,Grata!!!!