domingo, março 17, 2013


Lembranças de uma vida

1


Permanecer horas de manhã deitada, pois tenho apenas um dia
Onde percebo que minha pele é macia, a minha mente divaga, onde a velhice ainda não chegou no meu caminho.
Adoro passear em um vasto jardim de flores e plantas, para poder pensar e ver o que Deus tem feito. Corro os dedos nas folhas, de beleza  indecifrável.O cheiro das flores desabrochando, tocar as folhas verdes, eu seguro as nas mãos, e jogo ao alto para que a brisa leve.
 Gosto de ouvir o seu riso, demonstra que apesar de tudo algumas horas de felicidade posso lhe proporcionar .
Nos meus pequenos braços: busco tomar o seu tempo, para atrasá-lo, Dê-me um segundo para trabalhar meus encantos. Conforme temporada passa após alguns anos, O vínculo cresce mais  e mais forte.
O coração amadurece apesar da vida dura, E o amor cresce forte, como sempre será. Mas este dia, agora, chega ao fim...
 Fracos e frágeis são os meus joelhos. Minhas costas uma vez forte agora está curvada, nos olhos pequenas rugas de expressão,hesito para agitar as mãos frias.
 Eu tinha atrasado tudo o que podia, mas bem perto de mim, ela agora está. Eu não posso levantar a minha cabeça tão alto, eu não posso ver seu rosto encantador. Eu não posso sentir seus braços adoráveis, O que eu gostava de abraçar.
À noite, agora sou velha e fraca,velha demais para brincadeiras juvenis. muita fraca para as noites encantadoras, ... que usávamos para navegar em mares amante.
 Eu gostaria de ter esse dia de novo, eu estendo as minhas mãos contra o vento . Meus olhos demasiadamente velhos derramam em lágrimas, na qual uma vez pingava  juventude.
Logo não me lembro bem, o passar das horas,o calor de seus braços.Logo esquecerei o seu nome adorável, Ao mesmo tempo rabisquei nas minhas palmas. Mas devo saber que esta  é uma última vez, eu preciso saber só mais uma vez! A beleza do seu abraço, que eu tantas vezes antes senti. Com a minha última gota de força, eu me encontro com as palmas das mãos, seus braços, minha cabeça recostada em seu corpo. Com uma respiração que me faz  recordar o passado, Sim ... . agora me lembro o seu rosto !
Mas espere ... Minha força está lentamente voltando, . Meu cabelo grisalho é restaurado ao seu jovem castanhos escuros,minha pele macia, meus olhos de olhar juvenil, minhas pernas estão fortes, eu ouço o som; ... É o seu batimento cardíaco ... eu perdi aquele som, Muitas noites ele me colocava para dormir, em seus olhos agora posso olhar, e recordar a segurança de me manter amada.
Isso não é mágica, eu sei que não é real, meramente uma recompensa de uma vida inteira. Pois no meu coração, eu sou uma menina, e meu amor por você não tem idade.


Por Tatiane Rosa

1 Desabafos:

Bia Muniz disse...

O amor nunca tem idade, texto bem expressivo!!!
Passa no meu blog pra conhecer, se gostar siga que eu sigo tb!!!
www.makeolatras.blogspot.com.br
Bjsss =]

Postar um comentário

Obrigada por comentar,dúvidas sobre algum texto deixe seu e-mail e responderei,Grata!!!!