quarta-feira, fevereiro 10, 2010


Os Relatos de David (Um dia,um relato)

20
Comunicado:
Os Relatos de David é uma história inventada e acima de tudo escrito por uma "mulher",não é baseado na história de alguém e a gerenciadora e escritora de todos os textos contidos aqui são de minha autoria exceto os assinados com nomes de outros autores claro.
Mesmo com o meu perfil aí no lado esquerdo da sua tela,tem gente que acha que "O diário",pertence a um homem.
Para quem achava que David é melancólico demais nas próximas fases vocês terão uma surpresa,por enquanto a segunda fase será a mais curta com apenas dois relatos,mais durante a semana a terceira fase que já está finalizada com o título de "Os relatos de David (Pensamentos cruzados e um coração partido)",tbm será postada por isso aguardem!!!!!

Relato 1:O início

Para mim isso não é tarefa
Apesar de todos pensarem que escrevo por hobby
para mim isso é a minha vida,meu desabafo
Este é o meu jeito de dizer como me sinto sem que haja discórdia
Enquanto você lê o meu relato diário
comenta e diz algumas coisas boas.
Eu vejo tudo isso como um experimento de como não cair no mesmo erro
Se eu quiser ter qualquer fio de esperança de um dia ter escrito algo que valha mais do que uma moeda de um centavo
Acho que devo escrever algo mais interessante,não sei se as pessoas estão interessadas a saber como me sinto.
È difícil escrever 365 dias no ano,estou um pouco travado nas palavras,nos sentimentos.
Dizem que os melhores textos surgem nos momentos mais sombrios
Bom! mais lendo e ouvindo o que os outros tem a dizer ,vi que estava errado!
Para começar,prometo tentar não escrever tanto sobre as minhas frustrações
Estou aqui para dizer também que não nego que vou ter recaídas
O primeiro texto após o momento de sombras será apenas esta breve explicação
Quanto os meus próximos relatos prometo que me esforçarei para escrever algo construtivo
mas, provavelmente amanhã ou em breve vocês verão as diferenças
E toda vez que eu começar cada novo relato,ele será diferente;
Os sentimentos serão diferentes,as palavras serão diferentes vocês poderão ver a minha queda ou quem sabe minha ascensão.
Se vocês não se cansarem de meus relatos,claro!!!! ^ ^


Relato 2- Sem palavras

Eu não tenho muito que dizer agora
parece que o cotidiano de uma vida normal é meio entediante
Espero que eu não seja enviado para a jaqueta branca, cheia de perigos
Eu não quero ficar louco,ou me tornar alienado apesar de todos meus problemas
Eu não quero ser acusado de preguiçoso,letárgico, com todo o meu divertimento fora de hora
Pelo menos não agora,
Eu não posso desistir de viver e lutar
Eu vou lutar até o fim,seja na vida ou na morte
Eu não desistirei dos meus objetivos,da minha batalha,
Onde o prêmio final é simplesmente o oxigênio que todos nós respiramos
Tentar ser insensível seria a mais perfeita das mentiras
Mas quem acreditaria se nos últimos tempos o que mais tenho mostrado é meu excesso de sensibilidade....
Escrever sobre o que você me causou não é tão difícil , pelo menos,a um tempo atrás
Agora é hora de deixar as coisas fluírem e ver se eu devo lutar e viver ou continuar enterrado na minha própria cova!

Escrito por Thatyane Rosa
Continua...

20 Desabafos:

diano disse...

as palavras são uma ponte que nos levam para além das fronteiras da introspecção expressando toda a verdade de nossos sentimentos

Fabíola Oliveira disse...

Não sei se estou neganada, mas esse blog é como se fosse um diário, só que todos podem ter acesso. Boa essa sua iniciativa. É bom compartilhar com outras pessoas nossos problemas. Escrever também é uma boa maneira de desabafar.

Liuri Loami disse...

Gostei do texto. :)
Você usa a melhor ferramenta: viver como outra pessoa em um texto.

Diario, pensamentos e textos.
http://numberpi.blogspot.com

Montanari disse...

"Apesar de todos pensarem que escrevo por hobby
para mim isso é a minha vida,meu desabafo
Este é o meu jeito de dizer como me sinto...

...parece que o cotidiano de uma vida normal é meio entediante...


...Escrever sobre o que você me causou não é tão difícil , pelo menos,a um tempo atrás
Agora é hora de deixar as coisas fluírem e ver se eu devo lutar e viver ou continuar enterrado na minha própria cova!"


Fantástico, fantástico. Sem palavras para descrever o quanto vi de mim nesses trechos. Uma das melhores séries de posts já postados aqui.

Adubados® disse...

Gostei da disposição do texto.. em partes com relatos.Bem intenso, usar vias da rede para desabafar é o novo céu e inferno contemporâneo...

Adubados®
...pois nem todo adubo é merda!
http://adubados.blogspot.com/

dark disse...

Gostei, você pareceu conseguir transmetir ideias multiplas em palavras pequenas.

Fábio Zen e Débora disse...

A textualidade nos permite transcender.É isso que encontro aqui.Parabens1

Arash Gitzcam disse...

"and if you think they'll watch you now, you should know they won't"

layne disse...

nossa, boa sorte nos seus relatos. parece mto com os textos que eu fazia quando tentei escrever um livro que o narrador era um menino, mas no meu caso nao deu mto certo ;/


bjs e se der, passa no meu.

lorrayne t. disse...

escreve maravilhosamente bem, parabéns!

Lucas Dinizz disse...

Queria ter a vontade de escrever, gosto de escrever no meu blog, mas não sobre minha vida pessoal, já tive um blog anonimo sobre minha vida pessoal, mas acabei excluindo. Adorei seu blog, muito bom ;)

Guilherme Lombardi disse...

excelente texto

Atanervo disse...

Oi! Quando vi que era uma história com continuação resolvi publicar meu comentário antes, só para constar (encontrei o seu blog no jogo do "Comente no Blog acima" e não quero parecer caloteira!) Mas depois que eu ler vou comentar novamente e dar a minha opinião, certo?

Beijos!

Tenho um blog nesse estilo tbm, se quiser passar lá...

http://paraoucontinua.blogspot.com/

brn disse...

Gostando do texto, achei legaal e bem interesante,
a e pra constar sou da comu dos blogs...
se tiver um tempo visite o meu blog tambem
http://bs-fairytail.blogspot.com/

CM Tricoloko disse...

muito bom...
parabns

aproveita e da uma visitinha nu meu blog
http://audiophonemusik.blogspot.com/

M!sunderstood disse...

Adorei seu blog, está de parabéns, ótimo post :)

http://reflexo-da-alma.blogspot.com

Lelê Mafalda disse...

Não desistir é uma tarefa tão difícil...
E ela realmente é para poucos.

Paty disse...

também gostava muito de escrever p/ desabafar, principalmente quando eu era adolescente. mas se é isso que vc gosta mesmo, faça isso muito, pois é tentando que a gente se aperfeiçoa.

Henrique Alvez disse...

Ñ sei se há muito a comentar, sem repetir o que todos já disseram, sobre o quão fascinante foi sua idéia para tal desabafo tão bem escrito...
parabéns
=D

Peterson Nemesis disse...

fascinante
=D

o blog tem tudo pra bombar, só precisa mudar o visual
=)

Postar um comentário

Obrigada por comentar,dúvidas sobre algum texto deixe seu e-mail e responderei,Grata!!!!